O Uso da Vitamina C em Cosméticos

Também conhecido como ácido ascórbico, a vitamina C é representada pela molécula

O envelhecimento começa nas nossas células, mas na maioria das vezes só percebemos quando chega na pele. O envelhecimento é causado pela idade e com grande contribuição dos fatores externos, e quando utilizado de forma correta, o ácido ascórbico previne e trata essas alterações. A vitamina C é recomendada para todos os tipos de pele, mas se você possui uma pele sensível deve optar por produto de consistência cremosa.

A concentração normal da vitamina C em cosméticos variam entre 5% à 20%, sendo que possui maior efetividade quando contém no mínimo 10%.

A aplicação dos produtos devem ser sobre a pele limpa e sem resíduos para potencializar, porém, sempre siga as recomendações de uso do produto específico.

Na hora do uso a vitamina deve ser utilizada sobre a pele limpa e sem resíduos para potencializar os resultados, porém sempre siga as recomendações de uso do produto específico, é recomendável utilizar pela manhã antes do uso do protetor solar.

Um Pouco da História da SS Beleza e Saude

A S&S Beleza e Saúde nasceu do sonho de um jovem casal, do sonho de se casarem e ter uma renda  que possibilitasse alcançar esse objetivo. Então daí uniu-se a experiência de Hellen com vendas de produtos de beleza com a experiência de gestão de Marcus. Nosso empreendimento nasceu de fato no mês de outubro de 2019, começando com vendas aos amigos e conhecidos, só começando a se expandir no mês de Janeiro de 2020, onde começamos a conhecer mais e mais clientes através de plataformas sociais, chegando até a rica oportunidade que o Sebrae nos ofereceu, com a criação desse belíssimo e-commerce, onde pudemos expandir nossa ideia a nível estadual/nacional.

O Nome Santos Souza (S&S) veio da ideia de colocar um pouco de nós dois em nossa ideia de empreendimento.

Tratando a Pele Fotodanificada Para Uma Pele Jovem e Sem Manchas

Ácido Glicólico

É um sólido cristalino incolor, inodoro e higroscópico, encontrado em forma vegetal na beterraba, cana de açúcar, alcachofra e na uva. Para um bom resultado é importante analisar as características individuais do usuário, além da fórmula e o Ph do produto. O ácido glicólico possui facilidade para penetrar a derme, e pode ser utilizado em todos os tipos de pele. Entretanto, o recomendado para um bom resultado sem irritabilidade da pele é que utilize de 3,8% a 4,2% sendo que a quantidade máxima permitida  de ácido glicólico em um produto é de 10%.

Para a realização de peeling é utilizado cerca de 70% do ácido glicólico, lembre sempre de consultar um dermatologista para te indicar a porcentagem e a fórmula que deve utilizar.

Entre os benefícios do ácido glicólico estão: a uniformização da textura da pele; a renovação celular acelerada que evita a queratose; a pele iluminada e equilibrada; a estimulação da síntese de colágeno na derme.

Ele é bastante procurado e estudado, pois possuem poucos efeitos colaterais e não irrita tanto a pele. Além disso, existem poucas contraindicações: Como o ácido glicólico é um esfoliante, ele afina a pele e a deixa menos resistente aos UV’s. Desse modo, após a utilização durante o dia deve-se usar protetor solar. Caso utilize o ácido glicólico durante a noite é recomendado o uso de um creme noturno/hidratante, após acordar lave bem o rosto com sabonete facial. Atenção: caso sua pele esteja ficando irritada aumente os dias do período de  intervalo, se a irritação persistir suspensa o uso e procure um dermatologista.

Ácido Hialurônico

O ácido hialurônico é uma molécula de açúcar encontrada naturalmente no organismo humano, e quando associado a vitamina C traz resultados excelentes a longo prazo. 56% do ácido hialurônico que possuímos está em nossa pele, a mantendo lisa, hidratada e elástica. Porém com o passar do tempo a quantidade do ácido presente no corpo vai diminuindo, por isso, as pessoas tendem a querer o uso do acido hialurônico para aumentar a capacidade da pele de se manter preenchida, sustentada, e hidratada.

Todavia, existem três maneiras de utiliza-lo, pode ser utilizado com creme, em formas de capsulas, ou, pelo método injetável. Lembre-se que o ideal é sempre utiliza-lo com a orientação de um dermatologista. Caso opte pela terceira opção é necessário entender que, se o especialista na hora de injetar atingir alguma artéria o ácido age como um gel obstruindo os vasos, e o sangue não circula, pode causar uma necrose, cegueira e até um AVC. A utilização do ácido em excesso tem consequências graves pois, acabam espremendo os vasos sanguíneos impossibilitando a circulação do sangue .